domingo, 12 de outubro de 2008

Os Sonhos- Neyde Lara


Os sonhos.





Quando a noite desce

A escuridão cobre com seu mantonegro.

Os sons desaparecem.

Mergulho em universo que desconheço;

Viajo, alço voos , mergulho no infinito.

Danço, canto, amo, rejuveneço.

Há encontros, afloram sentimentos

”Nunca fui tão feliz com o momento”.

O retorno, o confronto, o recomeço

O real, a saudade, o definido.





Neyde Lara



08-10-08

Retalhos Neyde Lara


Retalhos



Remonto ao passado

Rosto, gestos palavras não ditas

Lembranças tão sutis

De momentos

Quase sagrados, aguardados

Vem á memória

Delicada estória de uma vida.

Clarões de luz em um mundo sem cor

Se esvaí no tempo

Deixa na alma, o impossível da dor

E suave caricia que a brisa leva

Para alem, para sempre.

Um retalho de amor.

10\10\08 Neyde Lara

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Declaro Ser... De Neyde Lara


Declaro ser fã incondicional da vida.
Revogam- se disposições contrarias.

Decreto hoje que todas as pessoas que fazem parte do meu Mundo, começarem a
Valorizar tudo o que a Vida pode oferecer e olhar ao redor, valorizando suas próprias
Vidas. O trabalho por mais que pareça pesadas, a família, a saúde, e aprender a descobrir
Deus no seu dia a dia.
E, ser grata por tudo que a vida tem lhe ofertado.
Ter esperança, e coragem para seguir o caminho a trilhar
Sentir - se útil e importante para si e para outrem
Fazer o bem, amar Viver a vida
Procurar a felicidade
Que por certo bem perto está.


27/070/08

Neyde Lara

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Os Sonhos Neyde Lara


Uma viagem


Os sonhos.





Quando a noite desce

A escuridão cobre com seu manto negro.

Os sons desaparecem.

Mergulho em universo que desconheço;

Viajo, alço vôos, mergulho no infinito.

Danço, canto, amo, rejuvenesço.

Há encontros, afloram sentimentos

“Nunca fui tão feliz com o momento”.

O retorno, o confronto, o recomeço

O real, a saudade, o definido.





Neyde Lara



08-10-08